terça-feira, 1 de julho de 2014

Onde queremos chegar?

Em 730 dias, uma velha morreu, uma criança foi molestada, uma carta de suicídio foi escrita, um casamento quase aconteceu, um carro capotou, um nome de batismo traumático foi desenterrado, um filho declarou seu amor ao pai distante, meninos dançaram Spice Girls, um homem perdeu o medo de dizer que amava homens, peles foram riscadas com tinta permanente, alguém gritou de súbito durante uma apresentação, hematomas surgiram - sangraram em público, mas desapareceram no tempo de uma flor. O que se ganhou e o que se perdeu em dois anos de Projeto Achados & Perdidos? Por que estamos fazendo tudo isso? Onde queremos chegar?

Assista pedaços daquilo que somos: